Imprimir  Fechar Janela
Autor: LEAL, Halina Macedo.
Titulo: A racionalidade científica na perspectiva da epistemologia de Paul Feyerabend.
Publicação: 2001. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2001.     

Resumo: A questão da racionalidade da ciência, considerada em tempos passados como ponto pacífico, é atualmenste encarada como um problema por vários filósofos. Uma das principais dificuldades para conceber a racionalidade científica reside na compatibilização de critérios permanentes dentro de circunstâncias de pesquisa variadas. Um dos mais notáveis críticos do ideal clássico de racionalidade compreendida como obediência a esses critérios foi Paul Karl Feyerabend. Sua crítica não revelou exclusivamente uma análise negativa da racionalidade científica, como geralmente é interpretado, mas a negação da racionalidade traduzida em termos de obediência a regras fixas e universais. No presente trabalho, mostra-se que a atitude de Feyerabend dá margem a interpretar sua epistemologia como fornecendo uma forma de compreender o racional que não se reduz à universalização de critérios e padrões de investigação científica. Essa forma de compreensão conduz ao que pode ser denominado racionalidade científica contextualizada, isto é, dependente de circunstâncias em que o pensamento opera, sem impor a priori princípios determinantes e demarcadaores de idéias a serem exploradas e consideradas relevantes à ciência. Ao término do trabalho, após terem sido apresentadas e analisadas as propostas feyerabendianas, chega-se à conclusão de que a epistemologia de Feyerabend leva a repensar os limites entre racional e não-racional, contribuindo significativamente para uma nova compreensão do conceito de racionalidade científica, pressuposto de qualquer discussão científica e objeto de análise da Filosofia e História da ciência.



Fechar Janela